Nomenclatura inorgânica

Quando se escreve a fórmula molecular de um composto inorgânico é necessário colocar inicialmente a parte positiva (ou seja, o cátion) e em seguida a parte negativa (ou seja, o ânion).

Ao dar o nome ao composto, entretanto, dizemos primeiro a parte negativa e depois a positiva. Veja os exemplos:

Observe que nesta molécula temos três vezes o cátion K+ e uma vez o ânion PO4-3

O número de cátions e de ânions deve ser tal que as cargas positivas e negativas sejam canceladas, nas espécies neutras

Isto é conseguido colocando a carga do ânion como atomicidade do cátion e a carga do cátion como multiplicidade do ânion



Outros exemplos:

Observe que nos dois últimos casos ao trocar as valências de cátions e ânions deveríamos escrever Si 2O4 e Pb2 O4, respectivamente. Temos, portanto, que fazer a simplificação (dividindo por 2 cada atomicidade) para deixar a fórmula com os menos números possíveis. Além disso, no caso do chumbo, que tem valência variável (pode ser +2 ou +4), temos que expressar esta valência em ALGARISMOS ROMANOS e entre parênteses.

Cátions mais comuns

Os cátions mais comuns são os provenientes dos elementos das famílias IA e IIA da tabela periódica, os chamados metais alcalinos (IA) e alcalino-terrosos (IIA).

Os elementos de transição, presentes nas famílias B, também formam cátions. Ao contrário dos das famílias A, entretanto, suas valências não são fixas, ou seja, um mesmo elemento pode ter mais de uma valência (= pode apresentar mais de uma carga diferente).

Veja os principais cátions:

Monovalentes

H+ Li+ Na+ K+ Rb+ Cs+ Fr+ Ag+ Au+ Cu+ NH4+

Bivalentes

Be+2 Mg+2 Ca+2 Sr+2 Ba+2 Ra+2 Pb+2 Cu+2 Co+2 Zn+2 Cd+2 Hg+2 Fe+2

Trivalentes

Al+3 Bi+3 Au+3 Fe+3 Cr+3

Polivalentes

Sn+4 Cr+6 Mn+4



Ânions mais comuns

Os ânions mais comuns são os seguintes:

Monovalentes

Ânion

Nome

Ânion

Nome

H-

hidreto

IO4-

periodato

OH-

hidróxido

CN-

cianeto

F-

fluoreto

OCN-

cianato

Cl-

cloreto

SCN-

sulfocianeto

Br-

brometo

CH3 COO-

acetato

I-

iodeto

H2 PO4-

fosfato diácido

ClO-

hipoclorito

MnO4-

permanganato

ClO2-

clorito

HS-

bissulfeto

ClO3-

clorato

HCO3-

bicarbonato

ClO3-

perclorato

HSO3-

bissulfito

BrO-

hipobromito

HSO4-

bissulfato

BrO2-

bromito

NO2-

nitrito

BrO3-

bromato

NO3-

nitrato

BrO4-

perbromato

IO3-

iodato

IO-

hipoiodito

IO4-

periodato

IO2-

iodito

CN-

cianeto

IO3-

iodato

 

 


Bivalentes

Ânion

Nome

Ânion

Nome

O-2

óxido

 

 

O2-2

peróxido

CrO4-2

cromato

S – 2

sulfeto

Cr4O7-2

dicromato

SO3-2

sulfito

MnO3-2

manganito

SO4-2

sulfato

MnO4-2

manganato

S2 O3-2

tiossulfato

SiO3-2

meta silicato

S2 O8-2

persulfato

B4 O7-2

tetraborato

CO3-2

carbonato

PtCl6-2

cloroplatinato

C2O4-2

oxalato

HPO4-2

fosfato ácido

Trivalentes

Ânion

Nome

Ânion

Nome

N -3

nitreto

AsO3-3

arsenito

P -3

fosfeto

AsO4-3

arsenato

PO4-3

fosfato

Fe (CN)6-3

ferricianeto

BO3-3

borato

 

 



Polivalentes

Ânion

Nome

SiO4-4

orto silicato

Fe (CN)6-4

ferrocianeto